concurso nova sede do cau to

Memorial

O projeto parte das premissas de programa e das condições climáticas da região. Para enfrentar o clima de Palmas TO, é preciso basicamente sombreamento e ventilação permanente e é por esta razão a busca incessante por soluções de diversos filtros da luz solar e ao mesmo tempo a possibilidade da ventilação cruzada e constante.

Para atender a divisão do programa, tanto no pavimento térreo quanto no superior, e o fluxo de circulação, o projeto se resolve em dois pavilhões programáticos conectados por um pátio coberto, com luz, protegido. A fim de garantir ainda mais conforto ao clima predominantemente seco da região, todo o térreo foi rebaixado 50cm e implantado sobre um espelho d’água que funciona, por sua vez, como um sistema de resfriamento.

Desta maneira, tem-se um térreo livre, franco e fresco. Os programas nele inseridos dedicam atenção ao público direto e recebem um revestimento em madeira. Já os programas mais privados seguem nos volumes metálicos do andar superior.

Dois blocos protegidos, ligados pelo pátio, pousados sobre a água.

Sistema Construtivo

O sistema construtivo previsto para este projeto responde primeiramente às indagações de sustentabilidade e por isso promove uma obra seca, sem construções convencionais. Desta maneira, optou-se pela estrutura metálica, para que fosse possível apenas a montagem dos componentes no canteiro de obra, uma vez fabricados na indústria.

Os pavilhões metálicos, feitos através de peças com dimensões de mercado, formam dois blocos de aço com laje steeldeck, apoiados em 4 pilares de concreto cada garantindo, assim, a desejada flexibilidade dos espaços. Duas passarelas, também metálicas, ligam estes dois blocos e, a partir de uma cobertura comum, criam o pátio central que, por sua vez, concentram as circulações verticais.

Os fechamentos, quando não são em caixilhos de alumínio e vidros, devidamente protegidos pelas peles em chapas perfuradas, são também fruto da montagem de painéis industrializados que garantem a obra rápida, limpa, e com a imprescindível eficiência térmica e, por consequência, energética.

ficha técnica

localização: palmas - to, brasil
área: 450.0 m2
ano do projeto: 2018

Bruno Rossi (arquiteto responsável)
Adriano Bueno (colaborador)
Leticia Sitta (colaborador)

Helena Padovani (consultor conforto)
Thiago Guerra (consultor estrutura)
Raoni Nakamura (estimativa de custo)

imagens: Fabio Wetten