Alojamento para os trabalhadores da fazenda

No terreno destinado ao projeto, proposto para uma residência unifamiliar e um alojamento para até oito pessoas, encontram-se algumas construções de residências dispostas aleatoriamente e com uma tipologia construtiva sem qualquer valor arquitetônico ou interesse particular.

Neste contexto, propõe-se que a ocupação deste novo programa se dê de forma a permitir uma melhor ocupação do terreno através de um único volume construído com técnicas locais de mão de obra, a fim de permitir que se configure um grande pátio de convívio aos que ali moram.

Com isso, organiza-se os acessos ao terreno, ao pátio e à área de pomar, horta e jardim que se situa na parte superior do talude em grama. Esta talude em questão delimita o comprimento do volume edificado, que por sua vez hierarquiza o uso, estando o alojamento num acesso mais direto da parte da rua e a residência de uma forma mais protegida pelo pátio.

A construção tem dimensões necessárias para o bom uso e conforto de seus usuários. Com a organização do programa, a residência unifamiliar tem área aproximada à das construções existentes, porém com maior funcionalidade.

O sistema construtivo é determinado por uma malha estrutural em pilares e vigas de concreto, com vãos condizentes à prática simples da construção, com fechamentos em alvearia de tijolos maciços de barro, sem reboco nas áreas comuns, a fim do material ser capaz de vencer vãos, fazer os devidos travamentos estruturais e ser o próprio acabamento. As paredes com massa e pintura representam a tradução do programa interno, sobretudo nas áreas onde se tem sistemas hidráulicos.

A cobertura se dá por telhas sanduíche metálicas, que garantem o conforto dos usuários e a proporção desejada para o conjunto, apoiadas em tesouras de madeira, numa única água (caimento), voltada para o pé do talude onde deverá existir um bom sistema de captação e recolhimento de águas pluviais,

ficha técnica

localização: santo antonio de posse - sp, brasil
área: alojamento 55.0 m2
residência 80.0 m2
ano do projeto: 2014

fotografias: andré scarpa
bruno rossi

parceria com andré scarpa